1 de Dezembro de 1640, Restauração da Independência Nacional

“Nessa alegre e pura manhã de 1 de Dezembro – Portugal nasce de novo. E nasce de novo, quando pouco falta para sucumbir. Restitui-o à vida a firmeza inquebrantável da vontade nacional, cristalizada numas dezenas de fidalgos corajosos, logo secundada e ampliada pela vibrante adesão popular.”

João Ameal, “História de Portugal”, 4ª edição, pág. 392

1 DEZ. copy

Anúncios